Lama Sonam

Lama Sonam Sherpa

Lama Sönam Sherpa nasceu na Índia, próximo aos Himalaias, em 1967, no seio de uma família budista.

Aos 12 anos, ingressou no mosteiro-sede do I Kalu Rinpoche, Samdrub Dhargye Chöling, localizado em Sonada, na Índia. Após efetuar com sucesso seus estudos preliminares, Lama Sönam recebeu de Kalu Rinpoche a transmissão integral das iniciações das linhagens Karma e Shangpa Kagyü e realizou extensos estudos sobre o Budismo.

Aos 20 anos iniciou o tradicional retiro de três anos para praticar os Seis Yogas de Naropa e de Niguma, bem como o Mahamudra, sob a direção do anterior Kalu Rinpoche, de Bokar Rinpoche e do mestre de retiro, Lama Lorang. Em seguida às suas atividades no retiro e após ter recebido o título de Lama, Lama Sönam assumiu diversas responsabilidades monásticas relacionadas principalmente ao bem-estar dos monges mais jovens.

Lama Sönam foi escolhido por Kalu Rinpoche e pelos responsáveis pelos Mosteiros de Sonada e Salugara para ser Lama residente e seu representante no Centro Budista Tibetano Kagyü Pende Gyamtso, em Brasília, onde está encarregado, entre outras atividades, da condução das práticas regulares diárias.

 

 

Lama Trinle

Lama Trinle Künkyab

Lama Karma Trinle Künkhyab (Daniel Gerrer) nasceu na França em 1949. Recebeu treinamento profissional em Artes Gráficas por quatro anos e trabalhou na Suíça durante dois anos. Teve contato com o Budismo Tibetano em 1971, vindo a ser um dos primeiros discípulos ocidentais do I Kalu Rimpoche. Permaneceu por três anos em Samye Ling, na Escócia.

Participou em 1974, junto com o grupo de Lamas que veio da Índia com Kalu Rinpoche, da fundação do primeiro grande Centro de Dharma em Paris, que recebeu à época quase todos os grandes Lamas que vieram para o ocidente pela primeira vez, começando com Sua Santidade o XVI Karmapa.

Viajou, por seis meses em 1979, à Índia, com o intuito de visitar os locais sagrados e de estudar com grandes mestres. Em 1980, ajudou a organizar em Paris a primeira iniciação de Kalachakra dada no ocidente por Kalu Rimpoche, a pedido de Sua Santidade o Karmapa.

Em 1985, recebeu ordenação monástica do I Kalu Rimpoche, que lhe deu o nome Karma Trinle Künkhyab. Permaneceu por três anos em Samye Ling, Escócia, Concluindo assim o tradicional retiro de três anos em 1988. Nos 15 anos que se seguiram, continuou seu estudo do Dharma ao mesmo tempo em que se dedicava paralelamente à sua carreira profissional. Participou desde o princípio no estabelecimento e organização das atividades de estudo e prática do Dharma do Centro Budista Tibetano Kagyü Pende Gyamtso, em Brasília. Desde 2003, consagra-se ao Dharma em tempo integral. Iniciou em Brasília o programa extensivo de estudo e preparação para o retiro de três anos.

Desde o mês de março de 2005 tornou-se Lama residente do KPG junto ao Lama Sonam. Ambos participam em conjunto com a Sangha no desenvolvimento de estudos e práticas do Dharma, entre as quais a realização do primeiro retiro de três anos da Linhagem Shangpa realizado no Brasil.

Lama Pelmo atualLama Pelmo

Lama Tsultrin Pelmo (Miriam Salomon) nasceu no Rio de Janeiro em 1960 e  faz parte do primeiro grupo de brasileiros que completou o tradicional  retiro de três anos, três meses e três dias do budismo tibetano na linhagem Shangpa. Teve como Mestres de Retiro Lama Trinle Kunkhyab e Lama Sonam Sherpa, especialmente designados para essa atividade por  Kalu Rimpoche. É médica e mãe de três filhos.

Iniciou seus estudos do budismo com professores qualificados em 2002. Em 2005, conheceu o Budismo Tibetano no Centro Budista Kagyü Pende Gyamtso, Brasília, onde estudou e praticou o Dharma de forma intensiva durante 5 anos.  Nesse período, foi tradutora de seu mestre Lama Trinle Kunkhyab bem como de vários livros  e textos da Linhagem. No ano de 2009, fez viagem de peregrinaçãopor três meses à Índia, Nepal e Sikin, tendo a oportunidade de visitar lugares sagrados e encontrar alguns dos grandes mestres do Budismo Tibetano dos quais recebeu Ciclos de Ensinamentos e Iniciações. Após a conclusão do tradicional retiro de três anos e atendendo pedido de seu mestre Kalu Rinpoche, iniciou a transmissão do Dharma, o Ensinamento do Buda, de acordo com a tradição autêntica de 2600 anos. Atualmente, desenvolve  Retiros de Meditação no Centro Budista KPG, Brasília e em outras cidades no Brasil e nos EUA.


 

Lama Wangdu KPGLama Wangdu

 Lama Karma Wangdu (Bruno Vichi) nasceu em São Paulo, capital, em 1974. Formou-se em direito pela PUC/SP, em 1997, concluindo especialização e mestrado em direito público. Trabalhou como professor e advogado em São Paulo e Brasília. Também estudou antropologia na UnB. Durante os anos de 2004 a 2007 fez formação em psicanálise clínica e exerceu a atividade até 2010.

Ingressou sua trajetória no Budismo em 2004, tendo tomado refúgio com Lama Trinle Kunkhyab e Lama Sonam Sherpa no ano seguinte. Desde então, exerceu atividades administrativas no KPG, entre os anos de 2005 a 2010, estuda e pratica o dharma sob a orientação de seus lamas. Durante esses anos, colaborou com a organização da vinda de grandes mestres do Budismo Tibetano à Brasília, realizou estudos e traduções de textos do dharma, bem como contribui para a organização do primeiro retiro tradicional de três anos da Linhagem Shangpa no Brasil. Além disso, recebeu ensinamentos sobre a prática de mahamudra de Mingyur Rinpoche, em São Paulo.

Em 2008 e 2009 realizou peregrinações à lugares sagrados na Índia, Sikkim e Nepal, encontrou mestres das linhagens Shangpa e Karma Kagyu, tendo recebido ciclos de ensinamentos e iniciações de SS. 17º Karmapa, S.E. Tai Situ Rinpoche e Kyabje Kalu Rinpoche. Durante os anos de 2010 a 2013 realizou o tradicional retiro de 3 anos, sob a orientação espiritual de Kyabje Kalu Rinpoche. Seguindo a orientação de seus mestres de retiro Lama Trinle e Lama Sonam, e com a autorização expressa de Kyabje Kalu Rinpoche, transmite os ensinamentos do dharma.


Lama Drime3Lama Drime

Lama Tsultrim Drimê ( Renato Canfora) nasceu em Brasília em 1960. Formou-se em medicina pela UnB em 1984 e especializações em Pediatria, Homeopatia , Gestalt Terapia e Psiquiatria. Iniciou seus estudos sistemáticos sobre o Budismo em 1991 e a prática do Dharma sob a orientação do Lama Trinle Kunkhyab por ocasião de sua primeira visita ao Brasil. Por três anos desempenhou a função de tesoureiro do KPG no período da aquisição do terreno e construção da sede atual. Em 1994 recebeu do Dalai Lama em Barcelona a iniciação de Kalachackra .

Em 2009 fez uma peregrinação de três meses à Índia , Sikkim, e Nepal, visitando os principais lugares sagrados do budismo , e monastérios de grandes mestres, ocasião onde recebeu de Tai Situ Rimpoche e em seguida de Kalu Rimpoche o ciclo completo das iniciações Shangpa. De março de 2010 a junho de 2013 realizou o tradicional retiro de três anos da escola Shangpa Kagyu (o primeiro realizado no Brasil) sob orientação espiritual de Kalu Rimpoche, tendo como mestres de retiro os lamas Trinle Kunkyab e Sonam Sherpa. Após o retiro, a pedido de seus mestres e de acordo com as instruções de Kalu Rimpoche vem transmitindo os ensinamentos budistas e retiros de meditação no KPG, Brasília e outras cidades. Ao mesmo tempo que , atendendo a orientação expressa de Kalu Rimpoche não interrompeu sua atividade profissional.


Lama Dorje

Lama Dordje

 Lama Karma Djanthub Dordje (Eduardo Martins Machado), nasceu em São Paulo capital. Trabalhou e atuou por mais de 30 anos na área de Esportes, foi introdutor da Hidroginástica e do Spinning no Brasil e pioneiro no treinamento esportivo para deficientes mentais na América do Sul, atuando como o técnico da seleção brasileira de natação na Paralympic Games em 1992. Sempre interessado no funcionamento da mente em relação ao corpo, estudou diferentes técnicas de atenção e concentração usando-as nas atividades esportivas.

Iniciou seu caminho no Dharma em 1998 e em 2004 foi ordenado Monge Budista no monastério de FO GUANG SHAN em Taiwan. No mesmo ano, realizou uma pequena peregrinação na Índia onde teve um contato direto com o Budismo Vajrayana. Em 2005, conheceu seu tutor Lama Trinle e passou a dedicar-se ao Budismo Tibetano. Sempre atuando nas atividades do Dharma, colaborou com a organização da vinda de grandes mestres do Budismo como também na organização da recepção de S. S. Dalai Lama em São Paulo.

Em 2009, ao lado do seu tutor e de seus amigos do Dharma, fez uma peregrinação à Índia, Sikkim e Nepal, visitando os principais lugares sagrados do budismo e monastérios de grandes mestres, ocasião onde recebeu de Tai Situ Rimpoche e em seguida de, seu mestre, Kalu Rimpoche, o ciclo completo das iniciações Shangpa. De março de 2010 a junho de 2013 realizou o tradicional retiro de três anos da escola Shangpa Kagyu (o primeiro realizado no Brasil), sob orientação espiritual de seu mestre Kalu Rimpoche, tendo como mestres de retiro Lama Trinle Kunkyab e Lama Sonam Sherpa. Após o retiro vem compartilhando seu aprendizado de forma direta e objetiva com um linguajar simples e coloquial.