22. Gampopa - A Preciosa Guirlanda 19 - As 10 coisas pelas quais se causa a própria felicidade

gampopaAS INSTRUÇÕES DE GAMPOPA
A GUIRLANDA PRECIOSA DO CAMINHO SUPREMO
AS 10 COISAS QUE CAUSAM A PRÓPRIA FELICIDADE

05/11/2017 - As 10 coisas que causam a própria felicidade Play Download

 O texto

1. Ao abandonar a aversão e o apego dos profanos para consagrar-se ao Santo Dharma, causa-se a própria felicidade;

2. Ao deixar lar e amigos, para confiar-se a um santo homem, causa-se a própria felicidade;

3. Ao abandonar a agitação do mundo para praticar o estudo, a reflexão e a meditação, causa-se a própria felicidade;

4. Ao deixar as pessoas das cidades e as relações para permanecer na solidão, causa-se a própria felicidade;

5. Ao cortar todos os laços com os objetos dos sentidos para ancorar-se firmemente no não apego, causa-se a própria felicidade;

6. Ao contentar-se com posse modestas e ao abandonar toda ambição, causa-se a própria felicidade;

7. Ao cumprir exatamente as promessas, mantendo-se independente, causa-se a própria felicidade;

8. A não se apegar às alegrias efêmeras desta vida e dedicando-se a realizar a felicidade estável do Despertar, causa-se a própria felicidade;

9. Ao abandonar o apego ao que é material para meditar na vacuidade, causa-se a própria felicidade;

10. Ao praticar as duas acumulações, não deixando o corpo, palavra e a mente no estado ordinário, causa-se a própria felicidade;

AS DEZ COISAS PELAS QUAIS SE CAUSA A PRÓPRIA FELICIDADE - COMENTÁRIOS DE KHENPO KARTHAR RIMPOCHE

Em seguida vêm as dez situações de grande bondade por si mesmo. Primeiro, é uma grande bondade para si mesmo praticar o puro Dharma abandonando o apego e a aversão para as coisas deste mundo. Ao fazê-lo gerará a sua própria liberação, que é para si próprio à realização ultima e definitiva.

Em segundo lugar, a permanecer solteiro e abandonar amigos e familiares, apenas confiando em indivíduos sagrados ou genuínos, é uma grande bondade para si mesmo.

Terceiro, abandonar a distração, e em vez disso, ouvir, contemplar e meditar é uma grande bondade para si mesmo. Mesmo quando esta sendo assistido ou na presença de um professor autentico, é possível que ainda possa se dedicar a subjugar os inimigos e satisfazer seus amigos. É uma grande bondade para si mesmo colocar as instruções em prática através da audição, contemplação e meditação abandonando todas essas distrações e atividades sem sentido.

Quarto, abandonar fortemente a familiaridade com pessoas através da vivencia delas sendo o sujeito da suas próprias fantasias e em vez disso permanecer sozinho na solidão é uma grande bondade consigo mesmo.

Em quinto lugar, não vai funcionar permanecendo na solidão, se ainda estiver ligado a todas as coisas externas. Assim, se permanece em solidão para cortar apego aos prazeres e coisas desejáveis, mantendo em um estado estável do desapego é uma grande bondade para si mesmo.

Sexta, nessa situação deve se satisfazer com o suficiente de roupa para não passar frio e de comida o suficiente para não passar fome. Estar satisfeito com apenas o que é suficiente e não ter nenhum interesse ou desejo de coisas boas é uma grande bondade para si mesmo.

Sétimo, não se rendendo por sua independência e fazendo escolhas de ações de corpo, fala e mente para permitir que sua prática seja estável e desimpedida é uma grande bondade para si mesmo. Isso não significa que você não possa cooperar com outras pessoas ou a partir deles receber benefícios ou mesmo dar; isso significa que, no contexto da prática, quando você tem o que você precisa, você não deve render a sua independência a qualquer outra pessoa.

Em oitavo lugar, não dar atenção aos prazeres efêmeros da vida, mas fervorosamente realizar o despertar que é a felicidade permanente é uma grande bondade para si mesmo.

Nona, no contexto da prática, abandonar toda fixação de solidez das aparências experienciadas nas coisas e cultivar a realização na vacuidade é uma grande bondade para si mesmo.

Décimo, permanecendo em solidão, não permitir que o seu corpo, fala e mente escorregue em mediocridade, mas sim exercer-se na realização unificada das duas acumulações é uma grande bondade para si mesmo.

Estas são as dez coisas que são de grande bondade para si mesmo.


Ensinamentos em Audio sobre Gampopa e sua obra: clique aqui

Tags: Gampopa, Palden Shangpa SP

 Imprimir  E-mail

Estudos

O grupo trabalhou, sob orientação do Lama Uangdu, na tradução do texto "As Instruções de Gampopa: A preciosa guirlanda do caminho supremo".

Os capítulos traduzidos até o momento estão disponíveis a todos, nesta seção.

Atividades

Nos primeiros meses de atividades, o Palden Shangpa São Paulo já teve a oportunidade de receber a visita e os ensinamentos dos queridos Lama Trinle e Lama Sonam, de Brasília; Lama Tartchin, do Rio de Janeiro; além dos encontros mais frequentes com Lama Uangdu, de São Paulo. (veja mais)