As Palavras do Buda em verso (arquivo com a tradução provisória disponível para download)

Não fazer nada nocivo;
Praticar perfeitamente a virtude.
Disciplinar completamente a nossa mente;
Este é o ensinamento do Buda.

Udanavarga Cap. XXVIII, Verso 1  / Dhammapada Cap. V, Verso 183

thumbnail of Udanavarga Tib-Port 320p_24-06-18Clique na imagem para baixar o arquivo
com a tradução provisória.

 


 

As palavras do Buda estão registradas nas coleções de sutras, que estão registradas nos três cânones: o Cânone Pali, o Cânone Chinês e o Cânone Tibetano. Muitas vezes, no finais dos sutras, o conteúdo é resumido na forma de versos e, desde os tempos antigos, alguns mestres fizeram compilações desses versos.

No Cânone Pali, essas compilações são conhecidas como Dhammapadha (Versos do Dharma). O Dhammapadha tem 423 versos, é datado do século 1 a.C. até 2 d.C. e, a partir da metade do séc. XIX, passou a receber numerosas traduções do texto raiz e também do comentário.

Ao redor do séc. IV, a versão em sânscrito do Dhammapada foi compilada por Dhammatrata, dando origem ao Udanavarga. O Udanavarga contém 960 versos, dos quais 300 estão contidos também no Dhammapada e muitos outros são variações de seus versos.

Com a melhor motivação, convidamos a todas e todos a acompanharem os ensinamentos ao longo dos meses de junho, julho e agosto de 2018, quando teremos a oportunidade de ver os ensinamentos do Buda, que se exprimem nesses versos a partir do texto que se encontra no Cânone Tibetano, incluindo as traduções dos versos e também o comentário existente.

A preciosidade dessa coleção fica evidente na introdução que Sua Santidade Dalai Lama fez para a edição inglesa:

A prática de pacificar e aprimorar a mente ensinada pelo Senhor Buda tem sido por mais de 2500 anos um dos mais bem sucedidos métodos para atingir a paz interior. É um inestimável tesouro da humanidade. Hoje, muitas pessoas estão começando a encontrar nos ensinamentos de Buda, uma explicação para a situação humana de acordo com sua própria percepção da realidade. Como consequência, elas estão começando a confiar no seu ensinamento para adquirir a paz interior que eles procuram. Como se torna claro que somente progresso externo não pode trazer felicidades, e que o ódio, ganancia e ignorância de suas mentes estão entre elas e que a felicidade que procuram, o respeito para a relevância e profundidade ao ensinamento de Buddha, cresce.

As Compilações do Verso Indicativo, ( Udanavarga ) recentemente traduzidas aqui, estão listadas no volume 108 da palavra traduzida de Buddha para o tibetano, como Ched du brjod pa ́i tshoms. É conhecido entre os Tibetanos pela beleza de sua poesia e universalidade de suas mensagens.

Não existe budista pra quem o ensinamento deste livro seja irrelevante. Impermanência, a miséria do ciclo de existência, o prejuízo das emoções aflitivas, e o treinamento e aprimoramento da mente com ética, estabilização e inteligência, são ensinamentos comuns em todas as escolas de Budismo.

É minha esperança que todos que queiram, possam estudar as palavras de Buddha em sua própria língua e encontrar por eles mesmos, a paz e a felicidade que procuram.

Sua Santidade, o décimo quarto Dalai Lama. 15 de Maio de 1982.

Postagens e gravações sobre o assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *