Bodhisatvacharyavatara

Slider

Através do Bodhicharyavatara é possível desenvolver qualidades como o amor e a compaixão, a generosidade, a paciência não apenas confinados a um nível pessoal mas estendendo-se a todos os seres sencientes…. Ensinamentos que continuam pertinentes até os dias de hoje. É por isso que eu encorajo as pessoas a tomar atenção a tais práticas. (Sua Santidade, o Dalai Lama)

 

No início das práticas é essencial se fazer a tomada de refúgio e a geração da bodhicitta. Contudo, geração da bodhicitta é uma expressão bastante abstrata. Por vezes é explicada como “geração da mente do despertar”, ou “direcionamento da mente para o benefício dos seres”, expressões que já nos auxiliam um pouco mais, mas ainda assim não transmitem todo o significado. Uma explicação profunda, esclarecedora e inspiradora sobre esse tema é que se obtém ao se estudar com aplicação o Bodhisatvacharyavatara (Entrada na Prática do Bodhisatva).

Trata-se de um grande clássico da literatura Mahayana, que foi enunciado por Shantideva, no século VIII, na Universidade de Nalanda, na Índia. O texto descreve em forma de poema o caminho de um Bodhisatva e desenvolve dois pontos importantes, que são o cultivo da mente altruísta e a geração de uma profunda percepção sobre a natureza da realidade.

A obra contém dez capítulos:

  1. Elogio à Bodhichitta
  2. A Confissão
  3. Adotar a Bodhichitta
  4. Aplicar a Bodhichitta
  5. Guardar a Vigilância
  6. A Paciência
  7. A Perseverança
  8. A Contemplação
  9. A Sabedoria Transcendente
  10. Dedicação dos Méritos

Os dez capítulos do livro podem ser agrupados em quatro seções: Os primeiros três capítulos explicam como gerar a bodhicitta e como fazê-la aumentar; os capítulos 4, 5 e 6 explicam como evitar que ela diminua ou seja dissipada; os capítulos 7, 8 e 9 explicam como fazê-la aumentar mais e mais; e o último capítulo é uma prece de conclusão e de dedicatória.

Nas postagens abaixo estão disponíveis as gravações das sessões conduzidas pela Lama Pelmo, aos domingos, no KPG. Além do próprio texto de Shantideva, traduzido para o Português (e disponível para download gratuito), foi utilizado como referência, o livro Drops of Nectar, que contem os comentários de Khenpo Kunpal, compilados e traduzidos por Andreas Kretschmar, em 2004 (também disponível para download gratuito, em Inglês)

Shantideva compôs seu texto na forma de um diálogo interno. Ele voltou suas próprias armas contra si mesmo, combatendo suas emoções negativas. Assim, quando nós ensinamos ou ouvimos esse texto, é importante que nós o façamos com o objetivo de progredir espiritualmente e não simplesmente como objeto de estudo acadêmico.

 

Com mais essas palavras encorajadoras de Sua Santidade o Dalai Lama, nossos votos para que os estudos e as práticas, bem como o seu progresso no caminho do Bodhisatva aconteçam sem obstáculos e que sejam transformadores e benéficos para você e para um grande número de seres!

Postagens sobre o tema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *