Bodhisatvacharyavatara 44 – Capítulo 6: A Paciência

Bodhisatvacharyavatara Capítulo VI (download do texto completo)

  • Comentários sobre o momento por que passa a humanidade e que nos oferece a oportunidade de refletir sobre a preciosa existência humana, impermanência e também sobre a paciência.
  • Uma história sobre a paciência extraída de Os 500 Contos Budistas: O bodhisatva que, para praticar a paciência, se alimentava de fezes e urina dos animais.
  • Continuação dos comentários sobre os ensinamentos de Shantideva sobre a Paciência.

 

Capítulo 6 – A Paciência

Como praticar a paciência, a terceira paramita

Os benefícios de se esforçar para abandonar as aflições

19 b e 20: Quando a guerra está sendo travada contra as emoções perturbadoras,
Muitas dificuldades (e ferimentos) acontecem. (na guerra o sofrimento é natural)
Os guerreiros vitoriosos são aqueles que, Desconsideram todo o sofrimento.
Derrote os inimigos tal como o ódio e outros, (Guerreiros comuns) matam apenas cadáveres.

21: E mais, o sofrimento tem vantagens:
Pela dor e tristeza a arrogância é dissipada,
A compaixão nasce pelos que estão presos nos ciclos da existência,
Ficam livres da má conduta e amam a virtude.

b) praticar a paciência que consiste em suportar as dificuldades que surgem na prática A tolerância baseada na compreensão da natureza da realidade (de 22 a 34)
  1_explicação detalhada:
  1.1_ausência de liberdade, uma vez que a raiva e o raivoso dependem de causas (22 a 26)
Explicando extensivamente os benefícios de meditar sobre o sofrimento
A razão pela qual é impróprio ficar zangado com um ser com aflições.

22: Como eu não fico irritado,
Com grandes fontes de sofrimento, tais como a bile (e os demais humores),
Então, por que ficar zangado com criaturas animadas?
Elas também são impelidas por condições.

23: Embora elas não sejam desejadas,
As doenças surgem;
E da mesma forma, embora as emoções perturbadoras
Não sejam desejadas, elas surgem insistentemente.

A raiva não é produzida de bom grado
24: Mesmo sem pensar, “agora eu ficarei com raiva”
As pessoas ficam com raiva impulsivamente,
E sem pensar, “vou me manifestar”
Da mesma forma, a própria raiva é experimentada.

Todas as falhas surgem de condições e, portanto, não são autoalimentadas
25: Todos os erros, quaisquer que sejam,
E todos os vários tipos de mal,
Surgem pela força das condições:
Eles não tem nenhuma autonomia, não são independentes.

As causas e condições dessas pessoas não são autoalimentadas
26: As condições, uma vez reunidas,
Não tem intenção de produzir nada,
E nem o produto delas,
Tem a intenção de ser produzido.


O Centro Budista Tibetano Kagyu Pende Gyamtso é uma associação sem fins lucrativos, mantida exclusivamente com a contribuição de seus membros e amigos.

Quer contribuir para com o KPG? Seja muito bem-vindo! Clique aqui e saiba mais.