Lamas do KPG

previous arrow
next arrow
Slider

Lama Sönam Sherpa nasceu na Índia, próximo aos Himalaias, em 1967, no seio de uma família budista.Aos 12 anos, ingressou no mosteiro-sede do I Kalu Rinpoche, Samdrub Dhargye Chöling, localizado em Sonada, na Índia. Após efetuar com sucesso seus estudos preliminares, Lama Sönam recebeu de Kalu Rinpoche a transmissão integral das iniciações das linhagens Karma e Shangpa Kagyü e realizou extensos estudos sobre o Budismo.

Aos 20 anos iniciou o tradicional retiro de três anos para praticar os Seis Yogas de Naropa e de Niguma, bem como o Mahamudra, sob a direção do anterior Kalu Rinpoche, de Bokar Rinpoche e do mestre de retiro, Lama Lorang. Em seguida às suas atividades no retiro e após ter recebido o título de Lama, Lama Sönam assumiu diversas responsabilidades monásticas relacionadas principalmente ao bem-estar dos monges mais jovens.

Lama Sönam foi escolhido por Kalu Rinpoche e pelos responsáveis pelos Mosteiros de Sonada e Salugara para ser Lama residente e seu representante no Centro Budista Tibetano Kagyü Pende Gyamtso, em Brasília, onde está encarregado, entre outras atividades, da condução das práticas regulares diárias

Clique aqui para acessar a página com práticas e ensinamentos com Lama Sonam

Lama Karma Trinle Künkhyab (Daniel Gerrer) nasceu na França em 1949. Recebeu treinamento profissional em Artes Gráficas por quatro anos e trabalhou na Suíça durante dois anos. Teve contato com o Budismo Tibetano em 1971, vindo a ser um dos primeiros discípulos ocidentais do I Kalu Rimpoche. Permaneceu por três anos em Samye Ling, na Escócia.

Participou em 1974, junto com o grupo de Lamas que veio da Índia com Kalu Rinpoche, da fundação do primeiro grande Centro de Dharma em Paris, que recebeu à época quase todos os grandes Lamas que vieram para o ocidente pela primeira vez, começando com Sua Santidade o XVI Karmapa.

Viajou, por seis meses em 1979, à Índia, com o intuito de visitar os locais sagrados e de estudar com grandes mestres. Em 1980, ajudou a organizar em Paris a primeira iniciação de Kalachakra dada no ocidente por Kalu Rimpoche, a pedido de Sua Santidade o Karmapa.

Em 1985, recebeu ordenação monástica do I Kalu Rimpoche, que lhe deu o nome Karma Trinle Künkhyab. Permaneceu por três anos em Samye Ling, Escócia, Concluindo assim o tradicional retiro de três anos em 1988. Nos 15 anos que se seguiram, continuou seu estudo do Dharma ao mesmo tempo em que se dedicava paralelamente à sua carreira profissional. Participou desde o princípio no estabelecimento e organização das atividades de estudo e prática do Dharma do Centro Budista Tibetano Kagyü Pende Gyamtso, em Brasília. Desde 2003, consagra-se ao Dharma em tempo integral. Iniciou em Brasília o programa extensivo de estudo e preparação para o retiro de três anos.

Desde o mês de março de 2005 tornou-se Lama residente do KPG junto ao Lama Sonam. Ambos participam em conjunto com a Sangha no desenvolvimento de estudos e práticas do Dharma, entre as quais a realização do primeiro retiro de três anos da Linhagem Shangpa realizado no Brasil.

Clique aqui para acessar a página com os ensinamentos do Lama Trinle


Lama
Tsultrin Pelmo (Miriam Salomon) nasceu no Rio de Janeiro em 1960 e  faz parte do primeiro grupo de brasileiros que completou o tradicional  retiro de três anos, três meses e três dias do budismo tibetano na linhagem Shangpa. Teve como Mestres de Retiro Lama Trinle Kunkhyab e Lama Sonam Sherpa, especialmente designados para essa atividade por  Kalu Rimpoche. É médica e mãe de três filhos.

Iniciou seus estudos do budismo com professores qualificados em 2002. Em 2005, conheceu o Budismo Tibetano no Centro Budista Kagyü Pende Gyamtso, Brasília, onde estudou e praticou o Dharma de forma intensiva durante 5 anos.  Nesse período, foi tradutora de seu mestre Lama Trinle Kunkhyab bem como de vários livros  e textos da Linhagem. No ano de 2009, fez viagem de peregrinaçãopor três meses à Índia, Nepal e Sikin, tendo a oportunidade de visitar lugares sagrados e encontrar alguns dos grandes mestres do Budismo Tibetano dos quais recebeu Ciclos de Ensinamentos e Iniciações. Após a conclusão do tradicional retiro de três anos e atendendo pedido de seu mestre Kalu Rinpoche, iniciou a transmissão do Dharma, o Ensinamento do Buda, de acordo com a tradição autêntica de 2600 anos. Atualmente, desenvolve  Retiros de Meditação no Centro Budista KPG, Brasília e em outras cidades no Brasil e nos EUA.

Clique aqui para acessar a página com os ensinamentos da Lama Pelmo

Lama Karma Wangdu (Bruno Vichi) nasceu em São Paulo, capital, em 1974. Formou-se em direito pela PUC/SP, em 1997, concluindo especialização e mestrado em direito público. Trabalhou como professor e advogado em São Paulo e Brasília. Também estudou antropologia na UnB. Durante os anos de 2004 a 2007 fez formação em psicanálise clínica e exerceu a atividade até 2010.

Ingressou sua trajetória no Budismo em 2004, tendo tomado refúgio com Lama Trinle Kunkhyab e Lama Sonam Sherpa no ano seguinte. Desde então, exerceu atividades administrativas no KPG, entre os anos de 2005 a 2010, estuda e pratica o dharma sob a orientação de seus lamas. Durante esses anos, colaborou com a organização da vinda de grandes mestres do Budismo Tibetano à Brasília, realizou estudos e traduções de textos do dharma, bem como contribui para a organização do primeiro retiro tradicional de três anos da Linhagem Shangpa no Brasil. Além disso, recebeu ensinamentos sobre a prática de mahamudra de Mingyur Rinpoche, em São Paulo.

Em 2008 e 2009 realizou peregrinações à lugares sagrados na Índia, Sikkim e Nepal, encontrou mestres das linhagens Shangpa e Karma Kagyu, tendo recebido ciclos de ensinamentos e iniciações de SS. 17º Karmapa, S.E. Tai Situ Rinpoche e Kyabje Kalu Rinpoche. Durante os anos de 2010 a 2013 realizou o tradicional retiro de 3 anos, sob a orientação espiritual de Kyabje Kalu Rinpoche. Seguindo a orientação de seus mestres de retiro Lama Trinle e Lama Sonam, e com a autorização expressa de Kyabje Kalu Rinpoche, transmite os ensinamentos do dharma.

Clique aqui para acessar a página com os ensinamentos do Lama Wangdu

Lama Tsultrim Drimê ( Renato Canfora) nasceu em Brasília em 1960. Formou-se em medicina pela UnB em 1984 e especializações em Pediatria, Homeopatia , Gestalt Terapia e Psiquiatria. Iniciou seus estudos sistemáticos sobre o Budismo em 1991 e a prática do Dharma sob a orientação do Lama Trinle Kunkhyab por ocasião de sua primeira visita ao Brasil. Por três anos desempenhou a função de tesoureiro do KPG no período da aquisição do terreno e construção da sede atual. Em 1994 recebeu do Dalai Lama em Barcelona a iniciação de Kalachackra .

Em 2009 fez uma peregrinação de três meses à Índia , Sikkim, e Nepal, visitando os principais lugares sagrados do budismo , e monastérios de grandes mestres, ocasião onde recebeu de Tai Situ Rimpoche e em seguida de Kalu Rimpoche o ciclo completo das iniciações Shangpa. De março de 2010 a junho de 2013 realizou o tradicional retiro de três anos da escola Shangpa Kagyu (o primeiro realizado no Brasil) sob orientação espiritual de Kalu Rimpoche, tendo como mestres de retiro os lamas Trinle Kunkyab e Sonam Sherpa. Após o retiro, a pedido de seus mestres e de acordo com as instruções de Kalu Rimpoche vem transmitindo os ensinamentos budistas e retiros de meditação no KPG, Brasília e outras cidades. Ao mesmo tempo que , atendendo a orientação expressa de Kalu Rimpoche não interrompeu sua atividade profissional.

Clique aqui para acessar a página com os ensinamentos do Lama Drime


Lama
Karma Djantchub Dordje (Eduardo Martins Machado), nasceu em São Paulo capital. Trabalhou e atuou por mais de 30 anos na área de Esportes, foi introdutor da Hidroginástica e do Spinning no Brasil e pioneiro no treinamento esportivo para deficientes mentais na América do Sul, atuando como o técnico da seleção brasileira de natação na Paralympic Games em 1992. Sempre interessado no funcionamento da mente em relação ao corpo, estudou diferentes técnicas de atenção e concentração usando-as nas atividades esportivas.

Iniciou seu caminho no Dharma em 1998 e em 2004 foi ordenado Monge Budista no monastério de FO GUANG SHAN em Taiwan. No mesmo ano, realizou uma pequena peregrinação na Índia onde teve um contato direto com o Budismo Vajrayana. Em 2005, conheceu seu tutor Lama Trinle e passou a dedicar-se ao Budismo Tibetano. Sempre atuando nas atividades do Dharma, colaborou com a organização da vinda de grandes mestres do Budismo como também na organização da recepção de S. S. Dalai Lama em São Paulo.

Em 2009, ao lado do seu tutor e de seus amigos do Dharma, fez uma peregrinação à Índia, Sikkim e Nepal, visitando os principais lugares sagrados do budismo e monastérios de grandes mestres, ocasião onde recebeu de Tai Situ Rimpoche e em seguida de, seu mestre, Kalu Rimpoche, o ciclo completo das iniciações Shangpa. De março de 2010 a junho de 2013 realizou o tradicional retiro de três anos da escola Shangpa Kagyu (o primeiro realizado no Brasil), sob orientação espiritual de seu mestre Kalu Rimpoche, tendo como mestres de retiro Lama Trinle Kunkyab e Lama Sonam Sherpa. Após o retiro vem compartilhando seu aprendizado de forma direta e objetiva com um linguajar simples e coloquial.

Clique aqui para acessar a página com os ensinamentos do Lama Dordje

 

Deixe uma resposta